Instituto Butantan envia pedido para iniciar última etapa de estudos da vacina contra a dengue

O Instituto Butantan oficializou na última sexta-feira (10), o pedido de autorização junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para começar a 3ª fase de estudos clínicos da vacina contra a dengue. Caso a instituição receba o sinal verde da Anvisa, a distribuição poderá começar a partir de 2016, dois anos antes do previsto.


A nova e decisiva etapa inclui testes em 17 mil voluntários, que já estão sendo recrutados pelo Butantan. 11.330 pessoas serão imunizadas, enquanto o restante receberá um placebo. A vacina – que já está pronta – têm potencial para proteger contra os quatro tipos de dengue em uma dose única. Se você quer participar do programa de voluntários, clique aqui.

O Butantan já realizou estudos bem sucedidos em animais, e atualmente promove ensaios em 300 humanos para testar a eficácia da vacina. Experimentos semelhantes realizados nos Estados Unidos indicaram que o material produzido pela instituição é seguro e totalmente eficaz.

vacina-contra-dengue

Potencial de produção da vacina contra dengue

Atualmente o Instituto Butantan tem capacidade para produzir até 500 mil doses por ano da vacina contra a dengue. No entanto, a instituição possui um plano para construir uma planta que atenderia a demanda de mais de 60 milhões de doses anuais. A nova fábrica ficaria pronta a tempo de terminar os estudos.

De acordo com Jorge Kalil, diretor do Butantan, além de poder disponibilizar a primeira vacina brasileira comprovadamente eficaz contra a dengue, o projeto realizado pela instituição permite que o produto seja produzido no Brasil e atenda toda a população gratuitamente.

4 Respostas

  1. jose carlos mantovani ferreira junior 14 de Abril de 2015 / 13:37

    gostaria de me tornar cobaia ( voluntario) para a vacina contra a dengue

  2. rosangela aparecida de souza 19 de Maio de 2015 / 21:25

    Tive dengue há um ano tenho 53 anos e quero ser voluntária nesta nova fase

Comentários desativados.