Instituto Butantã fará testes de vacina contra dengue

O Instituto Butantã foi autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a iniciar testes de uma vacina contra a dengue em 300 voluntários. A fase de estudos em seres humanos levará cinco anos, período em que serão analisados pontos como eficiência, efetividade e segurança da vacina tetravalente. A vacina tem seus componentes estudados desde 2006 e foi desenvolvida para combater quatro sorotipos da doença.


A fase de experimentos será realizada em três pólos de pesquisa da Universidade de São Paulo (USP), sendo o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, o Instituto Central da Faculdade de Medicina e o Instituto da Criança do Hospital das Clínicas. Se for aprovada em todos os testes clínicos, a vacina poderá ser distribuída para a população.

Além do Instituto Butantã, uma parceria entre Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e laboratório GSK também realiza estudos para desenvolver outra vacina contra a dengue.